GANADOL® é uma pomada que reúne em sua fórmula a quimioterapia específica de certos agentes, o poder histopoiético e cicatrizante de outros, além de possuir antibióticos de alto poder bactericida e bacteriostático. São 3 os seus componentes principais:

1) Uréia, que dissolve e elimina as secreções purulentas e os tecidos mortos, "limpando" a ferida e permitindo, deste modo, a ação profunda dos antibióticos sobre os germes da infecção.

2) A Penicilina, um antibiótico que tem ação predominante sobre determinados microrganismos, especificamente os germes gram-positivos como os estafilococos e os estreptococos, agentes comuns da supuração ou seja Streptococcus spp, Streptococcus pyogenes, Streptococcus epidermitis, Streptococcus aureus. 

Também faz exercer essa ação sobre numerosos bacilos ( B. anthracis, Bacillus spp ) bem como Pasteurella e Corynebacterium. Cria, portanto, nas feridas, um meio altamente impróprio ao desenvolvimento da infecção.

3) A Dihidroestreptomicina tem ação predominante sobre os germes gram-negativos, pouco sensíveis à penicilina (E. coli, Klebsiella, Salmonella, Shigella), podendo, entretanto, atuar também sobre alguns organismos gram-positivos penicilino-resistentes (Staphylococcus, Actinobacillus). A associação com a penicilina é reconhecidamente sinérgica, isto é, produz maiores efeitos do que a soma dos resultados dos dois antibióticos isolados.

GANADOL - ZOETIS

GANADOL - ZOETIS

GANADOL® é uma pomada que reúne em sua fórmula a quimioterapia específica de certos agentes, o poder histopoiético e cicatrizante de outros, além de possuir antibióticos de alto poder bactericida e bacteriostático. São 3 os seus componentes principais:

1) Uréia, que dissolve e elimina as secreções purulentas e os tecidos mortos, "limpando" a ferida e permitindo, deste modo, a ação profunda dos antibióticos sobre os germes da infecção.

2) A Penicilina, um antibiótico que tem ação predominante sobre determinados microrganismos, especificamente os germes gram-positivos como os estafilococos e os estreptococos, agentes comuns da supuração ou seja Streptococcus spp, Streptococcus pyogenes, Streptococcus epidermitis, Streptococcus aureus. 

Também faz exercer essa ação sobre numerosos bacilos ( B. anthracis, Bacillus spp ) bem como Pasteurella e Corynebacterium. Cria, portanto, nas feridas, um meio altamente impróprio ao desenvolvimento da infecção.

3) A Dihidroestreptomicina tem ação predominante sobre os germes gram-negativos, pouco sensíveis à penicilina (E. coli, Klebsiella, Salmonella, Shigella), podendo, entretanto, atuar também sobre alguns organismos gram-positivos penicilino-resistentes (Staphylococcus, Actinobacillus). A associação com a penicilina é reconhecidamente sinérgica, isto é, produz maiores efeitos do que a soma dos resultados dos dois antibióticos isolados.